Ajudando a evitar pedidos fraudulentos

O PayPal trabalha incansavelmente para evitar fraudes. Ainda assim, transações online podem apresentar alguns riscos. Por isso, recomendamos que todos os vendedores adotem uma abordagem proativa em relação ao seu gerenciamento de risco.


É fundamental que você tome medidas para se proteger

Analise os pedidos a procura de características incomuns.

Se algo parecer muito bom para ser verdade, provavelmente é mentira. Embora nenhum dos indícios abaixo signifique necessariamente que um pedido é fraudulento, vale a pena checar a transação com mais atenção se:

O endereço de entrega situa-se em um local de alto risco. Há locais famosos pelo alto índice de fraude. Faça uma pesquisa online e saiba quais são os países de alto risco.

O pedido é maior do que o normal. Tenha cuidado ao receber um pedido de um novo cliente que seja maior do que a média dos seus pedidos, especialmente quando se tratar de um produto de alta demanda (eletrônicos, por exemplo).

Após o pagamento, o cliente solicita a mudança do endereço de entrega. Certifique-se de que a alteração de endereço faz sentido. Os fraudadores inicialmente informam endereços válidos para que os sistemas de fraude não sinalizem nenhum problema. Depois, eles entram em contato para alterar o endereço.

Há um número anormal de pedidos internacionais em um curto período de tempo. Você costuma receber uma média de dois pedidos internacionais por mês. De repente, você recebe 50 pedidos de clientes de fora do Brasil em poucos dias.

Há um número anormal de pedidos em um prazo incomum do dia. Por exemplo, você recebe 10 pedidos de clientes do Brasil, todos por volta das 15h do mesmo dia.

Vários pedidos de clientes diferentes são enviados para o mesmo endereço. Os fraudadores geralmente fazem pedidos usando vários cartões de crédito roubados e, em seguida, os pedidos são enviados a um único endereço.

Os clientes pagam mais do que o valor do pedido. Este é um golpe comum: o fraudador paga um valor maior do que o valor do pedido e, em seguida, pede que o valor excedente seja devolvido por meio de transferência eletrônica ou à transportadora de sua preferência. Não faça isso. Se alguém pagar um valor maior do que o valor do pedido, reembolse o excedente na conta do PayPal do cliente.

O pedido consiste em várias solicitações do mesmo produto. Por exemplo, um cliente pede 50 pares do mesmo sapato em vários tamanhos diferentes. Por que um cliente precisaria de 50 pares do mesmo sapato? Avalie se faz sentido um número alto do mesmo produto em um único pedido.

A entrega é urgente ou de um dia para o outro. É difícil identificar ou corrigir uma compra já finalizada e entregue. É por isso que, às vezes, os fraudadores optam por receber o produto com rapidez, independente do custo.

Um cliente usa um e-mail suspeito. Fique atento a e-mails que parecem incomuns, como “knh$$yro123456@gmail.com” ou e-mails que devolvem mensagens. Os clientes legítimos tendem a usar e-mails que contêm o seu nome.

Um pedido tem um endereço de entrega suspeito. Antes de enviar um pedido caro, verifique para onde ele está sendo enviado. Os criminosos podem solicitar entregas para empresas que irão reencaminhar o produto, transportadoras, caixas postais ou propriedades desocupadas a fim de permanecerem no anonimato.

Você recebe vários pedidos diferentes da mesma conta do PayPal em um curto período. Os pedidos de menor preço normalmente recebem menos fiscalização do que os mais caros. Os fraudadores podem fazer pedidos separados e menores para evitar serem detectados.


Verifique as informações do pedido incluídas pelo cliente antes de enviar

O tempo que você gastará com a prevenção de fraudes dependerá do que você está vendendo, de quem são seus clientes e do nível de risco que você está disposto a assumir. Se você vende produtos caros e de alta demanda, os processos de detecção e prevenção de fraudes serão ainda mais importantes.

Verifique o endereço de entrega do cliente

Os fraudadores geralmente enviam pedidos para endereços que não podem ser vinculados a eles. Procure sinais de alerta, como envio para uma empresa que reencaminha entregas, uma transportadora, uma caixa postal, um hotel ou uma propriedade desocupada. Pesquise o endereço de entrega na internet. Estes são alguns dos indícios que devem ser observados:

Empresas que reencaminha entregas.

Serviços de frete de terceiros que reenviam produtos para outro local (geralmente para o exterior) mediante tarifa. Para saber para onde seu pacote está sendo enviado, basta digitar o endereço de entrega em um mecanismo de pesquisa. Se os resultados da pesquisa mostrarem o nome da transportadora, tenha cuidado.

Transportadoras ou caixas postais.

Os fraudadores gostam do anonimato proporcionado por transportadoras e caixas postais. No entanto, há também muitas razões legítimas para usar uma transportadora ou uma caixa postal. Você só precisa ser mais cauteloso, já que o envio de produtos para caixas postais e transportadoras pode ser mais arriscado do que o envio de produtos para endereços residenciais.

“Laranjas”.

Às vezes, os fraudadores pagam pessoas para receber os pedidos em seu endereço. O ”laranja” recebe o pacote e, em seguida, o encaminha para o endereço do fraudador. Tenha cuidado se vários pedidos de clientes diferentes listarem o mesmo endereço de entrega.

Propriedades desocupadas:

para identificar propriedades desocupadas, pesquise o endereço de entrega na internet. Se a propriedade estiver listada como um imóvel para aluguel ou venda, ela pode estar desocupada.

Exemplo de endereço de entrega:

Exemplo de endereço de entrega: um novo cliente pede um lustre de R$ 10.000,00. Veja o que você pode fazer:

  • Pesquise o endereço na internet para saber onde e para quem o pedido está sendo enviado. O pedido está sendo enviado para um imóvel caro, um hotel ou uma empresa que reencaminha entregas?
  • Use um mecanismo de pesquisa ou um site de rede social para verificar o nome e o endereço de entrega. O nome, o endereço de entrega e o endereço de cobrança batem?

Verifique o número de telefone

Use um mecanismo de pesquisa reversa para números de telefone ou um provedor de dados terceirizado para verificar o nome e o endereço do cliente. Você também pode ligar para o número de telefone do cliente. Não confie no identificador de chamadas, pois os clientes podem usar serviços para mascarar o número de telefone real.

Atrase a entrega dos pedidos de alto risco

Os titulares de contas geralmente percebem transações fraudulentas e relatam o problema rapidamente.


Se possível, atrase o envio por 24 ou 48 horas para clientes que fazem pedidos extraordinariamente grandes ou compram produtos caros e de alta demanda, especialmente no caso de pedidos internacionais.


Não faça entregas de um dia para o outro, a menos que você tenha certeza de que o pedido é legítimo ou esteja disposto a correr o risco.

Entre em contato com o cliente para confirmar as informações do pedido

Se um pedido parecer suspeito, entre em contato com o cliente por telefone ou e-mail. Faça algumas perguntas para verificar se os dados conferem. Se o número de telefone estiver desligado ou o e-mail voltar, fique atento.

Atenção

Você é responsável pelas perdas decorrentes de fraudes que não são cobertas pela Proteção ao Vendedor. Fraudadores oportunistas tiram proveito de empresas que não estão cientes dos riscos de fraude.

Ninguém conhece seus negócios tão bem quanto você. Você conhece seus maiores clientes e está familiarizado com seus padrões de compra; portanto, seu envolvimento no gerenciamento de riscos é fundamental.